RPTF | VOLUME 0 | ANO I
Efeito de frequência em tarefas de consciência segmental

Dina Alves

 

RESUMO: 

O presente estudo tem como principal objetivo contribuir para o conhecimento do efeito de frequência de ocorrência de segmentos no desempenho de operações metassegmentais. Apesar de esta temática constituir um foco de investigação nas áreas clínica e educacional, escassa é a literatura sobre o impacto da frequência de ocorrência das consoantes, no sistemas-alvo, em tarefas de consciência segmental. Face à questão de investigação levantada, formularam-se duas hipóteses que visam, primeiramente, (i) verificar o efeito de frequência de ocorrência das consoantes testadas e o das suas classes naturais, no Português Europeu (PE) e, secundariamente, (ii) verificar o papel do constituinte silábico na análise do efeito de frequência de ocorrência dos segmentos que estes constituintes podem alojar.Para a concretização dos objetivos propostos, observou-se o desempenho de uma amostra numa tarefa de consciência segmental. A amostra é constituída por 96 crianças a frequentar o 1º ano de escolaridade do 1º Ciclo e apresenta um fraco domínio do princípio alfabético (embora não patológico).De um modo geral, os sujeitos testados (com conhecimento emergente da leitura e da escrita) demonstram uma tendência assimétrica entre o padrão de emergência observado na consciência segmental e o apurado em termos de frequência de ocorrência, tanto no padrão organizado por segmentos como no organizado por classes naturais, e independentemente de considerado, ou não, o constituinte silábico que esses segmentos podem ocupar. 

 

PALAVRAS-CHAVE: Frequência, Consciência segmental, Consoantes, Propriedades segmentais, Sílaba.

DOI: dx.doi.org/10.21281/rptf.2013.00.05

Citação: Alves D. Efeito de frequência em tarefas de consciência segmental. Revista Portuguesa de Terapia da Fala (APTF), 2013, 0: 29-37.
 
Copyright © 2015 Associação Portuguesa de Terapeutas da Fala
 

A Revista Portuguesa de Terapia da Fala é uma publicação da Associação Portuguesa de Terapeutas da Fala |  Copyright © 2020