RPTF | VOLUME 11 | ANO IX

Revisão da Bateria de Avaliação da Afasia de Lisboa: a opinião dos Terapeutas da Fala Portugueses

Marta Borralho, Mariana Silva & José Fonseca

 

RESUMO

 

Introdução: A Bateria de Avaliação da Afasia de Lisboa (BAAL) é o instrumento gold standard de avaliação da afasia em Portu-gal desde a sua criação em 1973 por António Damásio. Ao longo dos anos sofreu mais duas atualizações, sendo que a última ocorreu em 1986. Objetivo: Pretende-se verificar se os terapeutas da fala portugueses consideram necessária uma nova revisão da bateria. Método: Através de uma metodologia descritiva, observacional e transversal efetuou-se um questionário online para análise de dados qualitativos e quantitativos, através de perguntas abertas e fechadas. Resultados: A amostra foi constituída por 50 terapeutas da fala com conhecimentos sobre a constituição da BAAL. Para 84% dos participantes existe a necessidade de revisão do instrumento de avaliação. Procedeu-se à análise detalhada dos resultados através de sete subtópicos: discurso, linguagem serial e automática, nomeação e compreensão auditiva, repetição, avaliação da leitura e da escrita e compreensão não verbal. De um modo geral, os participantes consideram que a maioria das provas dever-se-ão manter, no entanto sugerem a alteração/adaptação e/ou a exclusão de alguns dos itens. O tempo de experiência profissional e a frequência de aplicação da bateria não influenciou o tipo de resposta. Conclusão: Os terapeutas da fala participantes neste estudo aconselham a revisão da BAAL, sugerindo a adaptação de alguns itens à atualidade e de uso corrente.

Palavras-chave:  Avaliação; Teste; Afasia; BAAL

DOI: dx.doi.org/11.2181/rptf.2021.11.02


 
Copyright © 2021 Associação Portuguesa de Terapeutas da Fala