RPTF | VOLUME 2 | ANO II

Conhecimento dos portugueses acerca da afasia 

Ana Raquel Santos | Brígida Patrício

 

RESUMO

Objetivos: Verificar o nível de conhecimento da sociedade portuguesa acerca da afasia; verificar o nível de conhecimento acerca das estratégias comunicativas a utilizar com pessoas com afasia; determinar a forma como o terapeuta da fala e outros profissionais podem ajudar na divulgação da afasia. 

Métodos: Estudo transversal descritivo constituído por uma amostra de 120 indivíduos. Os participantes responderam a um questionário adaptado para este estudo, com seis respostas fechadas e duas respostas abertas. 

Resultados: A maior parte dos participantes (89,2%) nunca ouviu falar em afasia. As pessoas que já ouviram falar desta perturbação demonstraram baixo conhecimento sobre as suas características e causas, mas maior conhecimento acerca das estra- tégias comunicativas que podem ser facilitadoras e complicadoras do processo comunicativo com pessoas com afasia. 

Conclusão: A afasia é uma perturbação desconhecida para a maior parte dos participantes. Para aqueles que conhecem a afasia, verifica-se, no entanto, um conhecimento reduzido em relação às suas características e causas. Estes resultados parecem indicar que é ne- cessário divulgar a afasia e que os terapeutas da fala poderão ter um papel importante nessa divulgação. Divulgação nos meios de comunicação social e campanhas de sensibilização nos hospitais e centros de saúde podem ser formas eficazes de aumentar o conhecimento sobre a afasia. 

 

PALAVRAS-CHAVE: Afasia; Terapeuta da Fala; População Portuguesa; Conhecimento da afasia. 

DOI: dx.doi.org/10.21281/rptf.2014.02.04

Citação: Santos AR, Patrício B. Conhecimento dos portugueses acerca da afasia. Revista Portuguesa de Terapia da Fala (APTF), 2014, 2: 22-32.
 
Copyright © 2015 Associação Portuguesa de Terapeutas da Fala
 

A Revista Portuguesa de Terapia da Fala é uma publicação da Associação Portuguesa de Terapeutas da Fala |  Copyright © 2020